Notícias

Apodi sedia encontro regional do Garantia-Safra

Evento reuniu técnicos de 13 municípios do estado

#AGRICULTURA | POR JOSEMÁRIO ALVES | 11 DE SETEMBRO DE 2019 | 78

Evento garantiu capacitação para os técnicos – Fotos: Roberto Fernandes da Assessoria de Comunicação

O município de Apodi foi palco para uma reunião com técnicos do programa Garantia-Safra de 13 municípios do médio oeste do estado. O evento contou com a participação do secretário de Agricultura, Irrigação, Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Apodi Elthon Rosemberg e do prefeito do município Alan Silveira.

O evento, que aconteceu na manhã desta quarta-feira (11) foi para capacitar os técnicos para as mudanças que estão sendo implantadas no Garantia-Safra 2019/2020. Ministrado pela coordenadora estadual do programa Magnalda Fontoura, o evento aconteceu no Centro do Idoso Flor da Idade e contou com a participação também de técnicos da secretaria de agricultura de Apodi.

Para o secretário de Agricultura de Elthon Rsemberg o evento é de extrema importância "Várias importantes informações foram repassadas para os técnicos que irão cuidar da implantação do programa nos municípios da nossa região" comentou.

O prefeito de Apodi Alan Silveira participou do evento e falou sobre a importância do Garantia Safra "Nós recepcionamos aqui em Apodi esse evento que recebeu técnicos do garantia-safra de 13 municípios. O programa é uma importante garantia para o produtor e nossa gestão faz questão de proporcionar esse benéfico" frisou Alan.

O Garantia-Safra tem como beneficiários os agricultores que possuem renda familiar mensal de, no máximo, 1,5 (um e meio) salário mínimo e que plantam entre 0,6 e 5 hectares de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão.

O valor do Benefício Garantia-Safra e a quantidade de agricultores a serem segurados pelo mesmo são definidos anualmente durante a reunião do Comitê Gestor do Garantia-Safra.

Atualmente, o valor do benefício é igual a R$850, pago em cinco parcelas de R$170, por meio de cartões eletrônicos disponibilizados pela Caixa Econômica Federal e de acordo com o calendário de benefícios sociais. A medida é uma forma de contribuir para segurança alimentar da família do agricultor, o que dá liberdade para que ele escolha como aplicar o dinheiro.

Para que o agricultor participe é necessário que, anualmente, estados, municípios e agricultores façam adesão ao programa por meio da inscrição e pagamento anual dos aportes que tem valores iguais a R$17 para agricultores; a R$51 para os municípios; a R$102 para os estados; e a R$340, no mínimo, para a União.

 

Deixe seu comentário